Os relógios mais caros do mundo

258 Reações Facebook 238 Twitter 19 Google+ 1 Pin It Share 0 Email -- 258 Reações ×

O meu fetiche, como já disse antes, são relógios. É impossível para mim passar na frente de uma vitrine de qualquer joalheria, relojoaria, bancada de supermercado ou o que seja e não ficar um bom tempo analisando, estudando, namorando cada um deles. Simplesmente adoro relógios. Quando então descubro que saiu uma lista com os 10 relógios mais caros do mundo, não pensei 2 vezes e logo vim dividir um pouco deste meu fetiche com vocês queridas leitoras e caros leitores do Cybervida, porque, com sabem, de relógios nós entendemos

Breguet pocket watch 1907BA/12

Começando a lista, o Breguet pocket watch 1907BA/12. Um relógio de bolso em uma caixa de ouro 18 quilates, movimento gravado a mão e coroa rotativa bidirecional. Esta beleza sai por módicos U$734.000,oo (ou R$1.3 milhões aproximadamente).

Blancpain 1735, Grande Complication

Já o Blancpain 1735, Grande Complication possui 740 partes diferentes em sua montagem e levou um ano de dedicação para ser criado. Este relógio tem 2 calendários (um perpétuo e um lunar ), um cronômetro de micro segundos dentro de uma caixa de platina, pulseiras de couro de crocodilo e sai pela modesta quantia de U$800.000,00 ( R$1,4 milhões).

Louis Moinet Magistralis

Subindo um pouco mais o preço, o Louis Moinet Magistralis é, sem dúvidas, um relógio de outro mundo. Dentro de sua caixa de ouro 18 quilates, há um pedaço de um meteorito lunar de 200o anos de idade. Possui, além disso, um repetidor de minutos ( um sinal sonoro que expressa os minutos de forma audível ao pressionar de um botão), calendário perpétuo, um cronógrafo acionado pelo mesmo botão lateral do repetidor e sai por meros U$ 860.000,oo ( pouco mais de R$1, 5 milhões).

Hublot Black Caviar Bang

Chegando a casa do U$1 milhão (algo em torno de R$1,77 milhões), o Hublot Black Caviar Bang é a peça mais despretensiosa desta lista. Encrustado 322 diamantes por todos os lados ( somente no fecho do relógio são 30) em uma caixa de ouro branco 18 quilates.

Chopard Super Ice Cube

O Chopard Super Ice Cube é grande, quadrado e feio. Ainda assim seus diamantes que chegam a 66 quilates o fazem custar algo em torno de 1,1 milhão de dólares (ou quase R$2 milhões).

Patek Philippe Sky Moon Tourbillon

Sem dúvidas Patek Philippe é meu relojoeiro predileto e não é a toa que ele aparece mais de uma vez nesta lista. O seu Patek Philippe Sky Moon Tourbillon possui 2 faces: Em uma um calendário perpétuo, as fases da lua. Na outra face (basta virar o relógio) ele mostra visão celestial detalhando o tempo sideral além de um mapa que traça as estrelas e fase e da órbita da lua (Assista o vídeo abaixo para entender melhor). Este brinquedinho sai por U$ 1,3 milhões ( ou quase R$2,3 milhões).

Vacheron Constantin Tour de l’Ile

Considerado por alguns o relógio mais complicado já criado, o Vacheron Constantin Tour de l’Ile custa U$1,5 milhões (R$2,65 milhões) possui 834 partes diferentes e mostra 2 zonas horárias distintas, o horário do por do sol, um calendário perpétuo e um indicador astronômico das estrelas.

Patek Philippe’s Platinum World Time

Desta vez Patek Philippe nos brinda com um relógio que dá corda sozinho e mostra 24 zonas horárias distintas. Além disso é considerado um dos relógios mais confortáveis que existem. Não é a toa que foi arrebatado em um leilão em 2002 por nada menos que 4 milhões de dólares ( mais de R$7 milhões).

Patek Phillipe’s Supercomplication

Aparecendo pela 3ª – e última – vez na lista, o Patek Phillipe’s Supercomplication demorou 4 anos para ser finalizado em 1932 e foi motivo de uma verdadeira guerra entre o financista americano Henry Graves Jr e o engenheiro de automóveis James Ward Packard. Ambos queriam este relógio em ouro amarelo com 24 complicações (qualquer função de um relógio que vá além de mostrar horas/minutos/segundos ). O nova iorquino Graves ganhou a tal “guerra do relógio” ao conseguir arrematá-lo em um leilão da famosa casa Sotherbies por U$11 milhões (quase 19,5 milhões de Reais).

201-carat Chopard

O 201-carat Chopard é a prova viva de que nem tudo o que é mais caro é o mais bonito. Este relógio/ bracelete tem 3 diamantes em formato de coração (sendo 1 diamante rosa de 15 quilates, um azul de 12 quilates e um 3º branco com 11 quilates) que se abrem para mostrar a face do relógio propriamente dita. Além disso, o bracelete em si está encrustado com 600 diamantes amarelos e 91 coloridos, o que o fazem custar U$25 milhões ( ou mais de R$44 milhões).

Para este post usamos esta fonte principal além de outras informações tiradas daqui. O cálculo do câmbio foi feito no site do Banco Central do Brasil. Veja aqui o relógio que Patek Philippe criou especialmente para o tesouro real do Qatar.

Comentários via Facebook:

comentário(s)